sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Remídio mobiliza classe política do Pará e Amapá em torno da integração da Região



Encerrou na terça-feira (17), a visita técnica da Comissão da Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) da Câmara dos Deputados, destinada a fazer o reconhecimento dos trechos da BR 156 e 163, que irão integrar os Estados do Amapá, Roraima e Pará. A proposta é um desdobramento do estudo “Arco Norte: Um Desafio Logístico”, que visa alavancar as exportações no país, através da Região Norte.
Em sete dias de viagem, nove municípios foram visitados pela comitiva presidida pelo deputado federal Remídio Monai (PR-RR). A programação teve início no dia 11 de outubro, município de Santarém, com a presença do prefeito Nélio Aguiar (DEM), pelo vice-prefeito José Maria Tapajós (PR). No dia 12 a comitiva seguiu para o município de Oriximiná, com o objetivo de percorrer por via terrestre a extensão de 382 km, objeto do Projeto de Lei nº 7252 de 2017, que dispõe sobre alteração do traçado no Plano Nacional de Viação para o prolongamento da BR 156, a partir de Laranjal do Jari (PA) até a cidade de Alenquer, no Pará. Atualmente, a maior parte do traçado proposto coincide com o da atual rodovia estadual PA-254, que contempla os municípios de Oriximiná, Óbidos, Alenquer, Monte Alegre, Prainha, Almeirim, Laranjal do Jari e Macapá.
O deputado Remídio Monai, um dos autores da propositura, empreendeu uma série de reuniões nas cidades e comunidades situadas na Região da Calha Norte. A intenção é mobilizar a classe política e empresarial dos estados que serão beneficiados, além de reunir informações que reforcem a necessidade de promover o desenvolvimento sustentável com valorização da diversidade sociocultural e ecológica e redução das desigualdades regionais nos estados da Região Norte.
O Encerramento da visita técnica ocorreu na noite desta segunda-feira (16), na sede central do governo amapaense, onde foi empreendido uma importante discussão sobre a necessidade de interligar três estados com grande potencial produtivo na Amazônia: Amapá, Pará e Roraima. O encontro contou com a presença dos deputados federais Vinícius Gurgel (PR-AP), Cabuçu Borges (PMDB-AP), o governador Waldez Góes, secretários do Estado do Amapá, membros do Exército Brasileiro, representantes da sociedade civil organizada, empresários e técnicos do governo.
Na ocasião, o deputado Remídio Monai fez uma explanação a respeito das etapas propostas no PL que tramita na Câmara dos Deputados. A primeira etapa prevê o prolongamento da BR-156, a partir de Laranjal do Jari, município ao Sul do Amapá, até o entroncamento da BR-163, próximo ao município de Alenquer, no Pará. A outra fase prevê estender a BR-210, desde a cidade de Caroebe, em Roraima, até a confluência com a BR-163, já no Estado do Pará, no município de Oriximiná.
“Há muitos anos defendemos a interligação da Amazônia, e hoje ela está ao nosso alcance. Com atuação conjunta dos três estados poderemos alcançar a federalização dessas estradas e garantir o prolongamento deste traçado e a unificação. Um salto para o fomento, desenvolvimento e crescimento da Amazônia como um todo”, explicou o deputado Remídio.
Monai esclareceu ainda que a propositura está inserida no contexto do Arco Norte,
mecanismo que visa alavancar as exportações no país. “Esse projeto tem potencial para trazer novos investimentos e oportunidades de negócios, que vão promover o desenvolvimento sustentável na região amazônica”, defendeu o parlamentar.


Para governador do Amapá, Waldez Góes, essa é a melhor alternativa de interligação da Amazônia.  “É de significativa importância para os estados do Amapá e do Pará, visto que, além da integração entre as Unidades da Federação, a região de influência da rodovia possui grande potencial para exploração econômica sustentável e para o turismo ecológico, atividades que seriam viabilizadas pela ligação rodoviária. Ganharíamos em todas as vertentes; era um sonho que agora podemos enxergar próximo da realidade”, compartilhou Góes.
PL 7252 de 2017 - O Projeto de Lei foi apresentado pelos deputados Remídio Monai (PR-RR), Lúcio Vale (PR-PA), e Vinicius Gurgel (PR-AP). Eles argumentam que a região de influência da rodovia possui grande potencial para exploração econômica sustentável e para o turismo ecológico. “Além disso, os núcleos habitacionais existentes ao longo da rodovia seriam melhor integrados com o acesso rodoviário, o qual, juntamente com a hidrovia, possibilitará crescimento econômico e melhoria na qualidade de vida da população”, disseram na justificativa do projeto.
Atualmente, A rodovia 156 cobre apenas o estado do Amapá, desde a localidade de Cachoeira de Santo Antônio, no município de Laranjal do Jari, até a fronteira com a Guiana Francesa. Com as alterações propostas, a BR-156 passaria a ter um total de 1.294 km, desde Alenquer até a fronteira com a Guiana.
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Cathedral Cidadã será promovida neste sábado na escola Maria das Dores Brasil



A Faculdade Cathedral realiza neste sábado, 21, a 13ª edição do Cathedral Cidadã que marca o Dia da Responsabilidade Social das IES (Instituições de Ensino Superior Particular) credenciadas à Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). A ação será promovida na escola Estadual de Tempo Integral Professora Maria das Dores Brasil, localizada na avenida das Guinas no bairro 13 de Setembro das 8h às 11h.
As atividades serão desenvolvidas pelos cursos de Administração, Direito, Biologia, Contabilidade, Farmácia, Fisioterapia, Psicologia e Odontologia. Todos os serviços serão ofertados de forma gratuita para a comunidade. Entres os serviços estão: verificação de pressão, dosagem de glicemia, escovação assistida, aplicação de flúor, palestras diversas, assessoria jurídica, doação de mudas, recreação educativa, zumba e outros.
Para o presidente da instituição, Haroldo Cathedral, o evento é uma oportunidade para estimular o exercício da cidadania por parte dos alunos, professores e colaboradores. “Essa ação permite aos acadêmicos a aproximação da vida social com responsabilidade e cidadania. É um momento para que o estudante possa interagir com a comunidade e trocar conhecimentos”, disse.
A novidade este ano é atender também os venezuelanos que vivem nas redondezas da escola. “Realizar o Cathedral Cidadã na escola Maria das Dores Brasil foi justamente com a motivação de atender os venezuelanos que estão na no Terminal Rodoviário de Boa Vista e nos bairros próximos”, comentou o presidente.
Ano passado a atividade ocorreu no período noturno na escola Estadual Jaceguai Reis Cunha, no bairro Asa Branca, zona Oeste, e foram feitos 1.625 atendimentos. A instituição levou quase 30 serviços para os alunos da unidade escolar.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

INTEGRAÇÃO Comissão da Amazônia realiza visita técnica em rodovias na região norte



A integração da região norte foi abordada no Plenário da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (10), através do pronunciamento do deputado Remídio Monai (PR-RR). O parlamentar voltou a defender a priorização dos investimentos para interligar os estados que compõem a Amazônia Legal, através da abertura, prolongamento e pavimentação de rodovias.
Remídio Monai pediu apoio para aprovação do Projeto de Lei nº 7.252, de 2017, que altera a diretriz da BR 156, com o objetivo de prolongar a rodovia, a partir de Laranjal do Jari, no Amapá, até o entroncamento da BR 163, próximo ao município de Alenquer, no estado do Pará.  Na oportunidade, falou sobre a visita técnica, que será realizada entre os dias 11 e 16 de outubro pelos membros da Comissão de Viação e transportes e da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA), destinada a analisar a viabilidade econômica das rodovias da região.
De acordo com Monai, a diligência tem como escopo percorrer, via terrestre, a BR-163, BR-156 e PA 254 e PA 423, com o fim de reunir subsídios para o estudo de interligação entre os estados de Roraima, Amapá e Pará, de forma a contribuir para a promoção do desenvolvimento regional e a valorização econômica da região amazônica. “Nessa primeira etapa, vamos percorrer a ligação do Pará com Macapá. Nós apresentamos dentro do estudo Arco Norte, entre outros, a proposta para prolongar a BR-156 até Alenquer (PA), no intuito de interligar Roraima aos demais estados da Amazônia. A rodovia se sobrepõe atualmente sobre a rodovia estadual PA-254 até Oriximiná (PA), que posteriormente será interligada com a RR-210 até Caroebe”, explicou.
O deputado Remídio esclareceu, ainda, que após a visita técnica será elaborado um relatório com dados socioeconômicos e possíveis impactos ambientais para a retomada de obras nas rodovias que interligam os estados da região norte ao restante do país. “O intuito é ouvir e levantar depoimentos de todas as comunidades que poderão ser beneficiadas, bem como as autoridades locais, de forma a subsidiar um estudo que aponte soluções factíveis para empreendimentos estratégicos e necessários à integração regional. Vamos reunir informações que reforcem a necessidade de promover o desenvolvimento sustentável com valorização da diversidade sociocultural e ecológica e redução das desigualdades regionais nos estados da região amazônica”, salientou o parlamentar.
Programação

11/10/17
Deslocamento Brasília (DF a Santarém (PA), no período noturno.

12/10/2017
Início da viagem em Santarém, com agenda no munícipio pela manhã. Reunião com o prefeito Nélio Aguiar às 9 horas. Translado de lancha às 13 horas para Oriximiná/PA.  Reunião com o prefeito Ludugero de Oriximiná, na Câmara Municipal de Oriximiná, às 18:30.

13/10/17
Início do Reconhecimento da rodovia 163 e PA-254, a partir de Oriximiná, Óbidos e Alenquer, com pernoite em Alenquer/PA. Reunião prefeito Chico Alfaia de Óbidos na parte da manhã (8hrs) e, no período da tarde, reunião prefeito Juraci de Alenquer (17 horas).

14/10/17
Reconhecimento da PA-254, Monte Alegre, Prainha e pernoite em Almeirim. Travessia de lancha pelo Acarapi. Reunião com o prefeito Jardel Vasconcelos, do município de Monte Alegre às 8 horas e no município de Prainha, Davi Xavier às 11 horas.

15/10/17
Reconhecimento da Rodovia PA-423 até o entroncamento com a BR-156, com pernoite em Laranjal do Jari/PA.

16/10/2017
Reunião às 8 horas na Câmara Municipal de Laranjal do Jari. Reconhecimento da BR-156, com o fim da viagem em Macapá/AP. Reunião de encerramento com o governador Waldez Góes, às 16 horas, na capital Macapá.

IBVM celebra mês das crianças com espetáculo infantil

200 músicos vão compor a apresentação 


Como parte da programação alusiva ao mês da criança (outubro), o Instituto Boa Vista de Música apresenta nesta sexta-feira, 13, o Espetáculo Infantil “Música para um Mundo Melhor”, que vai acontecer a partir das 19h30 no Centro Amazônico de Fronteira (CAF) da Universidade Federal de Roraima. O evento vai contar com mais de 200 músicos que compõem a Orquestra Infantojuvenil, a Orquestra de Flautas e o Coro Infantojuvenil.
Para o repertório, o corpo docente e artístico do IBVM listou diversas canções que estão inseridas tanto no cancioneiro popular quanto no segmento erudito, incluindo composições regionais, da Música Popular Brasileira e até de músicas infantis dos anos 80, 90 e 2000. A intenção é atender a todos os públicos, sobretudo as famílias.
“Nos reunimos no início deste segundo semestre para definir a programação para o mês das crianças, como fazemos todos os anos. E assim, estabelecemos o repertório que será tocado, de forma que se encaixassem na proposta das orquestras infantojuvenil e de flautas, com sopros, cordas e coral. Então, definimos o repertório que, com certeza, vai atender a pessoas de todas as idades”, afirmou o diretor musical do IBVM, Maestro Francisco Carlos Felício.
Os ensaios acontecem desde a segunda-feira e vão até esta quarta-feira, na unidade do bairro Pintolândia do Projeto Crescer. Além da apresentação musical, o espetáculo vai contar com a participação do ballet da Escola de Dança Aura e da companhia Criart Teatral. “Será uma apresentação muito alegre, festiva, que vai encantar a todos”, ressalta o maestro.